Botox: quem pode fazer?

por Amanda Corrêa


O tão conhecido botox, ou aplicação botulínica, é uma toxina originada da bactéria clostridium botolinum, que previne ou ameniza rugas faciais de forma eficiente, rápida e de forma duradoura. Comumente utilizado em procedimentos nas pessoas de mais idade, muitas vezes surge a dúvida dos jovens: a partir de qual idade é possível fazer a aplicação do botox?


Com o intuito de esclarecer essa e outras dúvidas sobre a aplicação botulínica, preparamos esse artigo para nossos leitores! Confira!


Como funciona o Botox


O botox serve para o relaxamento muscular sobre os músculos estriados. Ou seja, ao ser injetado, ele atua como um bloqueador neuromuscular, responsável por impedir as transmissões de estímulos dos neurônios para os músculos. Dessa forma, acontece a inibição da contração muscular de forma parcial ou completa.

Porém, mesmo com esse bloqueio, após certo tempo, o próprio organismo produz novas vias de transmissão, tornando o efeito da aplicação botulínica temporário.

Geralmente essa aplicação é feita com o objetivo de amenizar linhas de expressão ou rugas na região dos olhos, região da testa ou no espaço entre as sobrancelhas. Mas, também podemos destacar sua utilização em procedimentos que vão além dos estéticos, como tratamento para suor excessivo, estrabismo, enxaqueca, etc.



A partir de qual idade o Botox pode ser aplicado?


Recomenda-se que a toxina seja aplicada a partir dos 25 anos, que é a idade em que as rugas começam a surgir na face. Porém, ela pode ser utilizada quando o paciente acredita ter necessidade, já que além de combater as rugas e linhas de expressão, o botox previne o envelhecimento precoce.

Os primeiros resultados da aplicação podem ser vistos depois de 48h, com duração que varia entre 3 e 4 meses, podendo se estender até 6 meses.



Cuidados e contraindicações


Como qualquer procedimento estético, a aplicação do botox exige alguns cuidados. É preciso que o profissional habilitado conheça bem a anatomia do local de aplicação para não injetar a toxina em vasos sanguíneos. Também é importante que a quantidade da substância aplicada não seja excessiva.

O procedimento é contraindicado para mulheres grávidas ou em amamentação, portadores de doenças neuromusculares, imunológicas e coagulopatias, ou que tenham alergia a qualquer componente da formulação.

Após a aplicação, é recomendado que o paciente não se deite e que não pratique atividades físicas por pelo menos quatro horas. Também não se deve colocar a mão ou fazer massagens onde foi feita a aplicação, pois isso pode espalhar a toxina ou deslocá-la.



Acesse nosso site para conhecer produtos com tecnologia de ponta, que vão ajudar sua clínica a se destacar no mercado estético!


Caso tenha alguma dúvida, escreva abaixo nos comentários! Até mais!




32 visualizações